Pernambuco

Sisar: Governo de Pernambuco lança programa de água e saneamento para interior do Estado

118Visualizações

Em coletiva virtual de imprensa na tarde desta sexta-feira (23), o governo de Pernambuco lançou o Sisar (Sistema Integrado de Saneamento Rural), um programa que se propõe a levar água de qualidade para cidadãos pernambucanos residentes no interior do Estado. A proposta é inovadora para o Estado e se inspira em uma iniciativa adotada no Ceará.

Em Pernambuco, Região do Moxotó e alguns municípios do Agreste serão os primeiros a implantar o sistema, que possibilitará maior acesso à água e ao saneamento básico nas localidades rurais.

Os principais objetivos do programa são: universalizar o acesso ao abastecimento de água e ao esgoto sanitário; criar estratégia de investimento a curto, médio e longo prazo; Fotalecer o modelo de gestão compartilhada dos sistemas de abastecimentos de água nas comunidades rurais; Melhorar a qualidade de vida, gerando emprego e renda a partir da oferta regular de água.

Nesta primeira etapa do Sisar, 10 municípios atendidos: Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Itaíba, Manarí, Pedra, Setânia, Tupanatinga e Venturosa e 30 mil pessoas, de mais de 600 localidades serão beneficiadas. Em termos financeiros, estão reservados R$40 milhões de reais em investimentos na implantação de novos sistemas.

De acordo com o senso de 2010 (IBGE), em 2010 39,73 milhões de habitantes, o que equivale a 21% da população brasileira, vive em áreas rurais. No mundo, 7 em cada 10 pessoas sem acesso aos serviços básicos de abastecimento de água concentram-se nas áreas rurais. 

Na coletiva, a explicação técnica do funcionamento do Sisar partiu de Fernandha Batista, Secretaria de Desenvolvimento de Recursos Hídricos.”O Sisar tem uma gestão compartilhada, articulação entre poder público e sociedade civil com vistas à garantia da operação regular e eficiente dos sistemas de abastecimento de água”, explicou.

“É um modelo que garante que o sistema de abastecimento de água no meio rural tenha sustentabilidade. Tenha durabilidade, tenha um funcionamento adequado através da garantia, da operação e manutenção pelas comunidades, então o governo do Estado, fomenta esse tipo de política através da capacitação, do apoio, do desenvolvimento do projeto, da execução das obras, e da garantia que esse sistema já vão ter aí, pelo menos duas décadas de funcionamento”, assegurou Fernandha Batista. 

Além de Fernandha, participaram da solenidade o secretário estadual de Desenvolvimento Agrário, Claudiano Martins (PP), e o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco, José Patriota (PSB).

“Esse é um momento histórico e de muita alegria para as pessoas que carregam um compromisso social. Para as pessoas que sabem e tem certeza que não há desenvolvimento se o governo não estende a mão, não tem políticas voltadas para aqueles que mais precisam”, disse José Patriota. 

O governador Paulo Câmara (PSB) falou sobre a importância da participação das pessoas para a funcionalidade do serviço.”O Sisar tem uma experiência, uma experiência que nós queremos efetivamente que dê certo também em Pernambuco. Vamos aproveitar a gestão, que é fundamental. Vamos fazer com que a participação das pessoas seja efetiva, que as pessoas tenham o direito de ver o que precisa ser feito e ter ação, ter instrumentos para que isso possa acontecer, nós vamos dar todo o apoio técnico necessário e todos os instrumentos que são necessários para que essas ações deem certo. O que a gente quer é a qualidade do serviço”, disse o gestor. Folha PE