A afogadense Katiúscia Shiarelly, auxiliar administrativa de 38 anos, foi sepultada em uma cerimônia seguindo as duras restrições para vítimas de COVID.

Ela  foi até agora a pessoa mais jovem a falecer vítima de Covid-19 na região do Pajeú.

A morte comoveu os afogadenses, muitos que se manifestaram nas redes sociais. O fato de não poderem se despedir, uma tradição cristã, também pesou. Não há velório e sim uma rápida despedida de familiares.

Ela apresentou sintomas a apenas oito dias.

A família procurou o Hospital Regional e após consulta médica, realizou teste rápido, positivando. Foi  internada em leito de isolamento no Hospital Regional Emília Câmara.

Dia 24, foi entubada e transferida para o Hospital Agamenon Magalhães,  em Serra Talhada, vindo a falecer ontem.

A mãe é Dona Nevinha, Diretora do Colégio Ruy Barbosa,  que forma auxiliares de enfermagem em Afogados da Ingazeira.  Era casada, inclusive com participação no ECC. Deixa marido e um filho.

A confirmação veio à tona após postagens de amigos nas redes sociais se solidarizando e lamentando que alguém tão jovem tenha partido por como vítima dessa pandemia.

 

 

Fonte: Nill Junior