O governo está preparando uma proposta que será enviada para o Congresso Nacional. Nela, contém o texto para unificar o programa Bolsa Família com outros programas sociais existentes e pode pagar um valor a mais do que os atuais R$190 por mês. A proposta tem animado os beneficiários.

O governo está com o plano de lançar um novo programa após a pandemia causada pelo novo coronavírus. 

Este programa vai substituir o Programa Bolsa Família e se chamará Renda Brasil, o valor pago poderá ser de até R$300 por mês, porém, pode mudar caso os outros programas sejam incorporados.

O Renda Brasil vai mudar o conceito do sistema atual, permitindo e estimulando que os beneficiários tenham outra fonte de renda além do sistema do governo, sem correr o risco de perder o direito ao benefício.

Entre outras coisas, o programa terá um auxílio creche para as famílias, e o valor pago seria composto por dois tipos de benefícios principais. O primeiro de R$ 100 de superação da pobreza e outro também de R$ 100, pago por criança de 0 a 15 anos.

Poderiam receber o valor completo do benefício as famílias com renda de até R$ 250 por pessoa. Essa faixa, seria flexível, para famílias com renda de até R$ 450, mas com desconto.

O programa Bolsa Família foi criado no ano de 2003, pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após Lula propor a junção de outros benefício para compor o programa.

O objetivo é fazer a transferência direta de renda que beneficia famílias em situação de pobreza e extrema pobreza no país. 

Auxílio Emergencial

O governo neste período de pandemia está pagando o auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família, o benefício não é acumulativo, sendo assim, o beneficiário recebe o benefício maior. 

O auxílio é pago em um calendário diferente para os beneficiários do Bolsa Família e para os informais. 

Serão pagas mais duas parcelas, os beneficiários já estão recebendo a quarta parcela e a quinta será paga no próximo mês de agosto.

O valor pago varia entre R$600 à R$1.200, que é destinado para as mães chefes de família. Os pagamentos serão feitos até o dia 31 de julho, ou seja, até o final dessa semana.

Data de pagamento Quem recebe
20 de julho Beneficiários com NIS de final 1
21 de julho Beneficiários com NIS de final 2
22 de julho Beneficiários com NIS de final 3
23 de julho Beneficiários com NIS de final 4
24 de julho Beneficiários com NIS de final 5
27 de julho Beneficiários com NIS de final 6
28 de julho Beneficiários com NIS de final 7
29 de julho Beneficiários com NIS de final 8
30 de julho Beneficiários com NIS de final 9
31 de julho Beneficiários com NIS de final 0

 

 

Fonte: FDR